Carregando...

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Aprendendo a viver contente

Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a viver contente em toda e qualquer situação.
Sei estar humilhado, e sei também ser honrado; em toda a maneira, e em todas as coisas já tenho experiência, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade. Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece.
(Filipenses 4:11-13)

Viver contente não é uma fé adquirida desde o nascimento, mas aprendida ao longo da vida. Esse estado de vida é alcançado com esforço, sofrimento e provações e desenvolvida gradualmente no andar com o Senhor, de maneira que se possa estar alegre com qualquer coisa, vivendo apesar das coisas e sem ser afligido apesar das circunstâncias.

Paulo foi uma pessoa que aproveitou as circunstâncias para aprender  e permitia em cada uma delas que o seu caráter fosse se tornando sólido a cada dia diante de Deus.

Paulo disse que aprendeu a viver contente. É necessário aprendermos as coisas dia a dia. Não podemos passar pelas circunstancias e esquecê-las sem tirar uma lição, um princípio de vida. Deus criou o homem a sua imagem e semelhança e deu a ele a capacidade de pensar, relacionar e tomar decisões próprias. Aprender com as situações é uma decisão sábia.

Vamos destacar quatro coisas essenciais que Paulo aprendeu:

Aprendi a ser humilhado. Ser humilhado é passar por situações constrangedoras diante das pessoas e também diante de Deus. Cada pessoa deve aprender a passar por essas situações. Não há ninguém que escape delas. Se for necessário se humilhar para que o nome de Deus seja glorificado, para defender a honra de um irmão, faça isso. Se for necessário se humilhar diante de Deus pedindo perdão pelos pecados, faça isso. Paulo passou por essas situações e sabia como lidar com cada uma delas.

Aprendi a ser honrado. Tem muita gente que não sabe ser honrado. Fica cheio de constrangimentos ou sem querer receber a honra. Seja livre para receber as bênçãos que Deus tem para você, sejam elas de nível material ou em palavras. Outros, pelo contrário, se alegram exacerbadamente e enchem o coração de orgulho, tendo a convicção de que tudo veio de si mesmo. Ser honrado é alegrar-se com a honra, recebê-la e devolvê-la a Deus reconhecendo que antes de você Ele é digno de toda honra e que tudo o que tens foi por permissão d’Ele.

Aprendi a ter fartura. Paulo aprendeu a viver tanto com o muito como com o pouco. É necessário saber viver com a fartura. Se Deus tem preparado riquezas para você, aceite-as e saiba viver com elas. Evite o desperdício. Use-a para o seu bem e para o bem do próximo de forma que glorifique a Deus em todos os procedimentos.

Aprendi a padecer necessidade. É fácil viver em harmonia, com o coração em paz, sorridente e alegre, quando não lhe falta nada. Mas é na escassez que o coração é provado. É na falta daquilo que precisamos. E neste aspecto, Paulo também aprendeu a viver.
Nem sempre temos tudo que queremos ou desejamos. Ou muitas vezes temos a provisão e o suprimento de Deus para as nossas vidas, porém não entendemos isso e, por desejar algo mais falamos que Deus não está suprindo.

Paulo passou por todas as situações que lhe permitiram aprender essas coisas porque fazia parte do plano de Deus para a vida dele. Deus também tem um propósito para a sua vida e você passará por situações que lhe permitirão aprender a viver contente.

Esse brilhante cristão aprendeu e viveu tudo isso porque ele, assim como cada um de nós, pode todas as coisas em Cristo que nos fortalece” v.13

Não perca tempo com murmurações, coração ferido, magoado, pelas circunstâncias do cotidiano. O tempo que vivemos aqui na terra é muito curto. Aproveite os seus dias da melhor forma possível, vivendo contente.

Devemos estar contentes, não com as circunstâncias, mas nas circunstâncias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário