Carregando...

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Cinco presos: Polícia Civil de Xapuri fecha ‘boca de fumo’ no centro da cidade


Investigações já duravam cerca de um ano  prender o dono do "ponto"
apreensao_em_xapuri
Amilclei Alves da  (em pé) vinha sendo investigado a tempos até a prisão de Gedean (sentado) quando transportava uma  - Fotos: cedidas

Uma investigação que perdurava a cerca de um ano, terminou nesta quarta-feira, dia 12, após os investigadores da policia civil da  de Xapuri, distante cerca de 170  da do Acre, Rio Branco, prenderam cinco pessoas envolvidas com o tráfico de entorpecentes.
Segundo foi apurado, os investigadores já vinham recebendo denuncias anônimas contra Amilclei Alves da Silva (33), de que estaria envolvido com o tráfico de droga na cidade, e vinha mantendo um ‘boca-de-fumo’ no centro, mas sempre conseguia fugir de possíveis flagrantes.
Este poderia ser o responsável pela importação de maconha que vinha da capital e vendia aos viciados da cidade. O  de investigação teve seu resultado  na manhã desta quarta-feira, dia 12, quando conseguiram deter uma ‘carga’ numa blitz montada num ramal e detiveram Gedean Fernandes de Santana (29) numa .
Com ele, foi encontrado pouco mais de um quilo de maconha (Cannabis sativa), que e recebeu voz de prisão. Consequentemente, outros dois que vinha conduzindo uma bicicleta, também foram detidos com outra ‘encomenda’ do entorpecente.
Geovane Alves Pereira (18), estava na companhia de um , que por sua vez, levou os agentes a outro que era usado como vendedor pela cidade de Xapuri. Com a prisão desses quatro, foi fácil chegar ao ‘cabeça’ que praticamente comandava a  no Município.
 poucas horas, os cinco foram levados para a delegacia da cidade, onde foi lavrado o flagrante por tráfico e associação ao tráfico de drogas. Os menores seriam transferidos para a pousada do menor na Capital, enquanto o restante irão para a presídio estadual Francisco de Oliveira Conde, ficando a disposição da Justiça.
DSC00030
DSC00033DSC00034
Publicacao
DSC00035DSC00054
fonte: www.oaltoacre.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário