Carregando...

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Virgínia: solução armada para segurança nas escolas

Escrito por Oliveira Jr.
Autoridades da Virginia, EUA, seguem caminho próprio para proporcionar mais segurança nas escolas do estado: permitir que professores e diretores portem armas nas áreas escolares.

O deputado republicano Bob Marshall apresentou projeto de lei segundo o qual o estado dará treinamento a pessoas interessadas em portar armas nas dependências das escolas estaduais, desde que ocultadas da vista dos estudantes. Atualmente é proibido portar armas nas áreas próximas às escolas na Virginia.

Segundo Marshall “as leis do estado de Connecticut transformam o cidadão em vítima sem auxílio. Isso é indesculpável”. A cidade de Newtown, onde ocorreu a chacina de Sandy Hook, em dezembro, situa-se nesse estado. Marshall observou que o atirador de Aurora, no Colorado, procurava lugares com placas de aviso indicando ser proibido portar armas no local.

Algo que preocupa o deputado é o gasto com policiais que vigiariam as escolas diariamente. Segundo ele, o custo de um policial armado gira em torno de cem mil dólares por ano, sendo então mais viável treinar voluntários. “Se treinarmos voluntários, eles podem atuar no papel de policiais ligados a um departamento da escola, e isso não vai onerar o erário. Os suspeitos de sempre não vão gostar da idéia”, afirmou.

Bob Marshall ainda observou que “os esquerdistas democratas pensam que portar armas é inerentemente mal”, acrescentando: “mas fico espantado que essas mesmas elites liberais, que pretendem desarmar a população, ainda mantém guardas armados para a segurança de suas próprias crianças”.

O projeto de lei será debatido no subcomitê sobre Segurança Pública, Policiamento e Milícias em Richmond, capital do estado da Virginia.

Outros estados seguem na mesma linha: Alabama, California, Connecticut, Hawai, Idaho, Iowa, Kentucky, Massachusetts, Mississippi, Montana, New Hampshire, New Jersey, New York, Oregon, Texas, Rhode Island, Utah e Wyoming. Alguns estados já permitem que funcionários das escolas portem armas com o consentimento do Conselho Diretor.

Com informações do WND.
Fonte: Mídia Sem Máscara

Nenhum comentário:

Postar um comentário