Carregando...

sábado, 15 de fevereiro de 2014

REPORTAGEM-BOMBA DA REVISTA VAI DIRETAMENTE NO ALVO: SININHO, A PROTETORA DOS BLACK BLOCS, É A CHAVE PARA DESCOBRIR QUEM FINANCIA, ARMA E TREINA OS AGITADORES.

A edição da revista Veja deste final de semana traz como reportagem-bomba uma matéria que vai fundo no rumoroso esquema dos black blocs que veio à tona com toda força depois do assassinato do cinegrafista da BandTV, Santiago Andrade atingido, por um morteiro disparado por agitadores mascarados. 
 
O site de Veja que nesta semanas revelou o listão de colaboradores do bando mascarado que espalha o terror nas cidades brasileiras, puxa o fio da meada no sentido de esclarecer definitivamente quem está realmente alimentando a baderna e a campanha difamatória contra os órgãos de segurança, especialmente as Polícias Militares.
 
“Os segredos de Sininho”, é a chamada de capaz da revista. Sininho é o apelido como é conhecida a militante baderneira Elisa Quadros. Segundo Veja, Sininho é a protetora dos black blocs e constitui a chave para descobrir quem financia, arma e treina os vândalos vagabundos e assassinos.
 
Entretanto, além dos segredos de Sininho, Veja traz mais duas reportagens exclusivas que pautam os demais veículos de comunicação. É que apesar dos funestos acontecimentos que culminaram com a morte de Santiago Andrade, a grande mídia continua tergiversando, tentando diluir eventos significativos que demandam esclarecimentos.
 
É o caso do Programa Mais médicos por meio do qual o governo de Lula, Dilma e seus sequazes inundou o Brasil de médicos cubanos, todos eles em regime de verdadeira escravidão. Trabalham para garantir uma vida nababesca para a asquerosa e assassina ditadura dos irmãos Castro.
 
Enquanto os filhotes do PT travestidos de jornalistas mentem e escamoteiam informações, Veja descobriu que Vivian Pérez é agente de Fidel Castro e policia os médicos cubanos no Brasil. E, como foi noticiado esta semana também por Veja em seu site, já se verifica uma debandada geral dos infelizes escravos de Lula, Dilma e Fidel Castro.
 
Outra excelente reportagem que recheia o miolo da revista desnuda a Petrobras, toda ela aparelhada pelos pelegos do PT. Esta reportagem enfoca o escândalo - mais um - da propina do navio-plataforma.
 
Por tudo isso, Veja continua sendo de leitura obrigatória, suprindo com competência a lamentável degeneração do jornalismo brasileiro reduzido na atualidade a um braço do Foro de São Paulo, a organização comunista fundada por Lula e Fidel Castro em 1990, destinada a transformar o continente latino-americano nunca grande Cuba.
 
blog do aluizio amorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário