Carregando...

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Irmandade Muçulmana lança mais "terrorismo de retaliação" contra cristãos

Escrito por Raymond Ibrahim
Entre outras formas de "terrorismo de retaliação", cerca de 80 igrejas cristãs do Egito foram atacadas imediatamente após a Revolução do dia 30 de Junho, que testemunhou a remoção do presidente Morsi, membro da Irmandade Muçulmana.

E agora que o Egito sentenciou à morte centenas de apoiantes da Irmandade Muçulmana por terem lançado terror na nação depois da revolução popular, a Irmandade e os seus apoiantes, mais uma vez, estão a retaliar atacando a minoria de cristãos coptas e as suas igrejas.

Na última sexta-feira - o dia em que o maometanos se encontram para as suas rezas  e o dia em que os seus imãs incitam ataques contra as igrejas, para além de outras formas de terrorismo - num subúrbio do Cairo com o nome de  Ain Shams, "muçulmanos atacaram uma igreja cristã ortodoxa copta. Quatro pessoas foram mortas no ataque à igreja, dedicada à Virgem Maria e ao Arcanjo Miguel. Entre os mortos encontravam-se um jornalista de 25 anos e um congregante cristão copta. Quando as forças de segurança egípcias intervieram, a violência propagou-se pelas zonas circundantes. É bastante comum os radicais muçulmanos ficarem frenéticos sempre que se reúnem para as suas rezas.”

Entre outras coisas, os atacantes incendiaram os carros que se encontravam no parque e abriram fogo à igreja. Segundo a testemunha Sameh Merry, uma mulher cristã copta foi “assassinada pelos protestantes muçulmanos quando eles repararam que ela tinha uma pequena cruz a agitar-se no espelho retrovisor do carro. Outras testemunhas alegam que ela foi morta porque estava na posse de armas de fogo. O bispo copta ortodoxo expressou condolências pelas mortes.”

Certamente que é plausível acreditar que esta mulher foi atacada especificamente por ter uma cruz cristã com ela. Exemplos de casos no quais cristãos são atacados e vitimizados precisamente por serem cristãos são muitos, e eles ocorrem em todo o mundo islâmico (ver as páginas 84-94 do livro Crucified Again).

Exemplos recentes podem ser lidos aqui, aqui e aqui.

Tradução: Blog Perigo Islâmico

http://www.raymondibrahim.com

via mídia sem máscara

Nenhum comentário:

Postar um comentário