Carregando...

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

A importância do Governo de Deus

Julio Severo

Uma das principais preocupações das pessoas hoje é o governo. Há inúmeras reclamações sobre o governo. Qualquer que seja o governo, as reclamações não param.
Até mesmo os cristãos muitas vezes imitam o comportamento e reclamações deste mundo.
Para não reclamar, teríamos de ter outro foco. Quem poderia nos ajudar a ter o foco correto? O Apóstolo Paulo.
Paulo estava em Roma, a capital do Império Romano. Ele estava preso, por amor ao Evangelho. Em Roma, ele recebeu visitas de judeus e habitantes locais. E o que ele falava para os visitantes? Ele reclamava sobre as injustiças do governo romano e das autoridades religiosas judaicas? Não. Ele falava sobre o governo de Deus.
Logo que ele chegou a Roma como prisioneiro, os líderes judeus locais foram visitá-lo. “E, tendo eles marcado um dia, um grupo ainda maior de interessados foi à reunião com Paulo, em sua casa. Então, desde o início da manhã até o final da tarde, Paulo lhes deu todas as explicações e lhes testemunhou vivamente sobre o Reino de Deus…”  (Atos 28:23a KJA)
O Reino de Deus é o Governo de Deus. Esse Governo é tão importante que Paulo passou o dia inteiro falando sobre esse tema.
E o restante dos anos de prisão de Paulo em Roma não foi usada para nada mais do que falar desse Governo. A Bíblia diz: “Por dois anos completos, Paulo… recebia a todos quantos o procuravam. Pregava incansavelmente o Reino de Deus e ensinava a respeito do Senhor Jesus Cristo, com toda a liberdade, sem o mínimo impedimento.”  (Atos 28:30-31 KJA)
O Governo de Deus tem um sistema de saúde: Jesus, o Rei (ou Presidente), cura.
O Governo de Deus tem um sistema de recuperação: Jesus, o Rei (ou Presidente), liberta.
Acima de tudo, o Governo de Deus tem um sistema de salvação: Jesus, o Rei (ou Presidente), salva.
A plenitude do Governo de Deus só será realidade no futuro. Mas quem vive em Jesus já vive aqui na terra os vislumbres poderosos desse Governo. E quando oramos “Venha o Teu Reino,” os vislumbres poderosos desse Governo se estendem mais terra, trazendo as mudanças e transformações do Rei, Presidente e Supremo Governante. Esse é o Governo que está acima de todo governo humano e espiritual.
Quem está na esfera desse Governo, vive mudanças e transformações. E experimenta, por meio dos dons sobrenaturais do Espírito Santo, o poder sobrenatural do Governante desse Governo.
O que precisamos fazer? Derrubar o governo humano e instalar o Governo de Deus? Não. Quando o Governo de Deus chega, vem junto cura, libertação e salvação para as pessoas dentro e fora do governo. Pessoas transformadas transformam o governo. Nenhum governo humano muda as pessoas. Só o Governo de Deus.
Os olhos de Paulo estavam nesse Governo.
Como ser humano, ele poderia se sentir deprimido e humilhado de ser levado à capital do maior império daquela época como preso, violador das leis humanos. O equivalente moral dessa experiência desonrosa hoje seria um homem de Deus sendo levado a Washington, capital dos EUA, como preso.
Paulo tinha motivos de sobra para reclamar do governo dos romanos.
Contudo, ele não tinha tempo para focar nos aspectos deprimentes de sua prisão. Ele não tinha tempo para reclamar das injustiças e crimes do Império Romano.
O foco dele era o Governo de Deus.
Pessoas que iam até ele encontravam primeiramente um homem preso e, logo em seguida, tinham um encontro com o Deus que estava por trás desse homem humilde: Jesus que liberta das prisões de enfermidades espirituais, físicas, emocionais, etc.
O Governo de Deus transformou Paulo de perseguidor dos cristãos para ganhador de almas.
Mesmo preso e sob um governo injusto e cruel, Paulo “pregava incansavelmente o Reino de Deus e ensinava a respeito do Senhor Jesus Cristo, com toda a liberdade, sem o mínimo impedimento.”
Independente das injustiças e crueldades do governo humano, precisamos do foco de Paulo sobre o Governo maior.
Com esse foco maior, nada dos governos deste mundo que provoca insatisfações nas pessoas é capaz de alterar a felicidade e contentamento que têm os homens e as mulheres que vivem na presença do Presidente do Governo de Deus.
Quer o governo humano seja desfavorável ou não, façamos como Paulo, pregando incansavelmente o Reino de Deus e ensinando a respeito do Senhor Jesus Cristo.
Nada mais é capaz nos dar verdadeiro propósito e alegria para nossa existência neste mundo.
Leitura recomendada:

Nenhum comentário:

Postar um comentário