Carregando...

sexta-feira, 12 de junho de 2015

HSBC vai fechar as portas no Brasil. E a extrema esquerda que fique de bico calado agora, ok?

 

juvandia_2
O HSBC decidiu reduzir custos, demitindo 50 mil funcionários de suas agências pelo mundo. Nas operações em vários países, o banco será reestruturado. Mas no caso do Brasil e da Turquia, as agências serão fechadas. Só no Brasil serão 20.000 demitidos.
Mas o que isso tem a ver com a extrema esquerda?
Ocorre que, no afã de manter o poder de seus sindicatos aparelhados, eles estão lutando até o fim de suas forças contra a terceirização. Assim sendo, o Brasil passa a ser um péssimo lugar para se pensar em reduzir custos operacionais (e a terceirização é uma das melhores formas de fazer essa redução).
Ao invés disso, melhor investir em outros ambientes onde o estado não pentelha tanto a iniciativa privada.
Esta é a extrema esquerda, sempre fazendo de tudo para afastar os investidores dos países onde eles contaminam.
Notaram por que eles precisam tanto para censurar a mídia? Ou controlar a Internet?
Para complementar a provocação, a presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, Juvândia Moreira (foto), afastou o risco de um corte nos empregos do HSBC. É que o banco irá manter as operações para grandes empresas.
É evidente que ela engana seus interlocutores, pois para manter essa parte menor da operação o banco não precisa nem de um décimo do quadro hoje.
Eis os fatos: o HSBC vai embora, os empregos vão sumir e a extrema é corresponsável por isso.
Fonte: http://lucianoayan.com/2015/06/09/hsbc-vai-fechar-as-portas-no-brasil-e-a-extrema-esquerda-que-fique-de-bico-calado-agora-ok/

Nenhum comentário:

Postar um comentário