Carregando...

sábado, 2 de maio de 2015

Ele diz em seu Facebook: "Cada vez que nós arrancamos a cabeça de uma criança, dessas de vocês, de um "infielzinho" dá vontade de rir".

"Cada vez que nós(ele incluso) arrancamos a cabeça de um "infielzinho" dá vontade de rir.
Com toda a tecnologia do mundo não ganham da gente. nem no Iraque, nem no Afeganistão - estão correndo de lá como no Vietnã.

quem ri somos nós. hahahahaha".
Essas são as palavras de Marcelo Bulhões dos Santos ou Marcelo Salahuddin Bulhões dos Santos, o advogado de Brasília que entrou no radar da Justiça por suspeita de cumplicidade com terroristas é um brasileiro que se converteu ao islamismo e já trabalhou na Casa Civil da Presidência da República durante a gestão de Dilma Rousseff.

Ele também foi funcionário da própria Polícia Federal, órgão que ele viria a acusar de ser conivente com interferência internacional na CPI da Espionagem. Marcelo Bulhões dos Santos pertence à corrente sunita e frequenta com regularidade a mesquita da capital federal.

Investigado por terrorismo em Brasília já trabalhou na Casa Civil
via http://defesa-hetero.blogspot.com.br/2015/04/videos-alerta-sobre-atuacao-do.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário