Carregando...

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Rio Acre Alaga 95% de Brasiléia

 
As informações da medição realizada ao meio-dia ainda não foram repassadas pela dificuldade de comunicação via telefone. A cidade também está sem energia elétrica e sem internet.

Na manhã  de hoje o governador Tião Viana esteve em Brasileia para acompanhar de perto a situação das cinco mil pessoas que foram atingidas pela cheia. 700 famílias já foram retiradas de suas residências e transferidas para casa de familiares ou para abrigos públicos. Homens do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Exército, da equipe de governo da cidade e de populares estão trabalhando em conjunto para minimizar o s“Esta é a alagação mais agressiva que Brasileia já sofreu. O governo presta integral apoio. Estamos autorizando a prefeitura a fazer uso do que for necessário em relação à alimentação, medicamentos, fortalecendo as ações nos abrigos. Todos os insumos serão enviados à Brasileia”, destacou o governador.

A prefeita de Brasileia, Leila Galvão, decretou situação de emergência em razão do número de pessoas que foram obrigadas a deixar suas residências. A praça Hugo Poli, por exemplo, está totalmente embaixo d’água. “95% da cidade está alagada. A situação só não está pior porque há quatro dias, nós já estávamos trabalhando com a divulgação da informação de que as águas que atingiram Assis Brasil chegariam a Brasileia. Quero agradecer o apoio irrestrito do governo do Estado, da população de nossa cidade e de nossa equipe que tem se dedicado neste momento. Estamos organizando os abrigos, disponibilizando alimentos e ações de saúde para dar mais conforto para as pessoas”, pontuou a prefeita.
Apoio aos desabrigados de Brasileia

O Governo já  autorizou a assinatura de um convênio no valor de R$ 200 mil com a prefeitura de Brasileia. O recurso será utilizado na compra dos itens de primeira necessidade dos desabrigados. Já foram enviados ao município três mil litros de combustível, colchões e caminhões com água potável. “Estamos empenhados para ajudar as famílias que estão vivendo este momento delicado”, ressaltou o comandante do Batalhão da Polícia Militar de Brasileia, coronel Aires.


 Motivo que fez acabar o carnaval em brasileia: local do evento alagado também


Fonte: site ecos da noticia

Nenhum comentário:

Postar um comentário